Dia das Crianças | Filmes e desenhos que marcaram a nossa infância

No dia 12 de outubro é comemorado o Dia das Crianças. A data foi criada em 1924, mas as comemorações recheadas de presente começaram em 1960 após uma ação da Johnson & Johnson em conjunto com a marca de brinquedos Estrela. Desde então, o dia passou a ser mais uma data em que as lojas ficam recheadas de brinquedos de todos os tipos para agradar as crianças.


Relembrar esse tempo é também reviver alguns dos filmes e desenhos que marcaram a nossa infância. Por isso, reunimos alguns clássicos que marcaram as suas rotinas quando ainda éramos pequeninas e pequenino rs.


Dragon Ball - Vanessa



Chegar da escola, ir correndo pro sofá, ligar a televisão e vibrar a cada verso da abertura. Esse era o ritual que eu tinha em boa parte da minha infância e tudo isso para não perder nenhum minuto de mais um episódio de Dragon Ball.


Mas caso você não conheça eu te explico um pouquinho sobre... Basicamente, Dragon Ball é uma franquia japonesa que originalmente começou como uma série de mangá e que logo ganhou sucesso na televisão. Ela segue as aventuras do protagonista, Goku, desde sua infância até a idade adulta enquanto ele treina artes marciais e explora o mundo em busca de sete esferas conhecidas como as Esferas do Dragão, que convocam um dragão que concede um desejo. Ao longo de sua jornada, que é dividida por séries, Goku faz vários amigos e luta contra uma grandes vilões, muitos dos quais também procuram as Esferas do Dragão. Embora possa parecer bobo, a franquia Dragon Ball é assistida até hoje por milhares de pessoas e de fato marcou a minha infância. Só pra ter noção, uma das músicas de abertura me tocou tanto a ponto de sonhar ter ela como trilha sonora do meu casamento, vê se pode!


Bob Esponja - Beatriz



Bob Esponja marcou a infância de muitas crianças do final dos anos 90 e início dos 2000, e eu estou inclusa aí. Não tem como explicar a história do desenho porque ele é uma baita viagem, e os memes na Internet só provam isso. Apesar de parecer meio "bobinho" à primeira vista, Bob Esponja traz piadas também para adultos e adolescentes, e conta com uns episódios bastante progressistas, tipo aquele em que Patrick e Bob Esponja adotam um filho e discutem a divisão de trabalho por gênero. Também vale lembrar que o Bob Esponja é um personagem assexual confirmado pela Nick!


Onde você pode rever: Netflix


Padrinhos Mágicos - Victoria



Que jovem não vê uma coisa rosa e outra verde uma do lado da outra e automaticamente pensa em Cosmo e Wanda? Pois é, a Estação Primeira de Mangueira não está com nada perto do desenho da Nick dos anos 2000. Os Padrinhos Mágicos mostrava a vida complicada de Timmy Turner, um menino de 10 anos que é maltratado por basicamente todo mundo na sua vida. Até que um dia ele recebe a visita de duas fadas, Cosmo e Wanda, que dizem que vão realizar seus desejos e, assim, se tornam seus padrinhos mágicos. A partir daí é só encrenca atrás de encrenca, como a própria abertura mostra. A série animada teve no total 16 anos de duração (!) e o sucesso foi tão grande que gerou muitos especiais - como o clássico Jimmy e Timmy: O Confronto (2004) - e alguns filmes animados e live-action.


Onde você pode rever: Paramount+


Super Choque - Filipe



Assistir desenho durante toda a manhã e ir para a escola à tarde era uma rotina comum para as crianças nos anos 2000. Comigo, não foi diferente! Dos vários desenhos animados que marcavam as grades das TVs, eu tinha um favorito: “Super Choque”. Talvez por ser um super herói sem os estereótipos de um super herói do cinema e com cara de “pessoa normal”. Jovem, ele ganha poderes eletromagnéticos após ficar exposto a um estranho gás e, então, decide combater o crime de sua cidade de forma anônima. A animação ainda traz representatividade por ser um jovem preto como herói nas telinhas. Vale lembrar que o live-action de “Super Choque” está sendo produzido por Michael B Jordan e deve estrear em 2022.


As Meninas Super-Poderosas - Luísa



As Meninas Super-Poderosas são incríveis por vários motivos. Se hoje eu acho interessante o fato do pai das três ser solo e de cada uma das super-heroínas terem sua personalidade própria, na época eu amava que eram meninas enfrentando os maiores inimigos da cidade. Inimigos que nem o próprio prefeito saberia dar conta. Até hoje, o desenho que foi ao ar entre 1998 e 2005 me dá uma sensação de conforto, de quando podia assistir aos episódios com meus pais - que nem de longe estavam tão interessados como eu.


Um live-action de As Meninas Super-Poderosas está em gravação, com Dove Cameron e Yana Perrault no papel de Lindinha e Docinho. Porém, Choe Bennet, que faria a Florzinha, abandonou a produção em agosto deste ano. Eu espero que role mesmo assim, porque sempre vale a pena rever aquilo que te faz bem, mesmo que com outros olhares.


Onde você pode ver ou rever: “As Meninas Super-poderosas: O Filme” está no HBO MAX. Episódios da série estão disponíveis no Stremio.


O Caldeirão Mágico - Jéssica



A primeira vez que assisti esse filme, as falecidas locadoras ainda alugavam fitas VHS. Lembro de reboninar tantar vezes o filme para poder revê-lo antes do prazo de entrega e, durante muitos anos, eu procurava o nome desse filme ou algum site em que ele estivesse disponível para assistir e nunca encontrava. O fato é que o lado sombrio de “O Caldeirão Mágico” fez com que ele ficasse conhecido como “o filme que quase faliu a Disney”. Lançado em 1985, o filme foi um fracasso de bilheteria e estava bem distante da temática que fez a Disney se tornar “A Disney”.


Mas foi exatamente esse lado sombrio que me fez adorar o filme e querer revivê-lo tantas vezes. O longa conta a história de Taran, um cuidador de porcos que descobre que Vem-Vem, uma de suas porcas, tem poderes mágicos. Esse dom chama a atenção do Rei de Chifres, o vilão quer encontrar o caldeirão mágico para ressuscitar os seus guerreiros e formar um exército de mortos-vivos (alô GOT!). Se você já assistiu ao filme, tenho certeza que reassisti-lo será uma boa experiência. Se você ainda não viu, está na hora de conhecer esse clássico.


Onde você pode ver ou rever: Disney+

____


Listas com dicas selecionadas sobre filmes, séries, músicas, livros e peças teatrais. É nessa categoria que você descobre sugestões do que assistir nas plataformas de streaming ou o que fazer em um dia atoa em casa.