Mana do Mês de abril: Glória Maria | Parte II

No mês que é comemorado o Dia do Jornalista, não poderíamos destacar outra personalidade que não fosse Glória Maria. A jornalista esteve presente em grandes momentos do telejornalismo brasileiro e, com toda a certeza, é peça fundamental no desenvolvimento da profissão. É considerada a primeira jornalista negra da TV brasileira.


Você pode conhecer mais sobre a trajetória da Glória e seus primeiros passos na profissão no nosso post da semana passada. Basta clicar AQUI.


Glória, que fez a sua estreia na Globo em 1971, passou por diversos jornais da grade da emissora entre eles o Jornal Hoje, Bom Dia Rio, RJTV e Jornal Nacional. Em 1986, a repórter ingressou a equipe do Fantástico e começou a atuar, principalmente, em entrevistas e reportagens especiais.


Doze anos depois do seu ingresso no famoso jornal de domingo, Glória foi convocada para ser apresentadora do programa, atividade que ela exerceu até 2007. Neste período, as viagens especiais passaram a fazer parte da rotina da apresentadora que também passou a fazer diversas entrevistas especiais. Nomes como Michael Jackson, Harrison Ford, Nicole Kidman, Leonardo Dicaprio e Madonna.


Viagens, viagens e... mais viagens


Em todos esses anos de carreira, uma das características mais marcantes da carreira de Glória Maria é o número de países visitados e, óbvio, de passaportes completamente carimbados. A sua primeira viagem internacional foi em 1977, quando ela foi fazer a cobertura da posse de Jimmy Carter em Washington, nos EUA.


De lá para cá este número só aumentou. Nos 31 anos em que ela fez parte do Fantástico, foram mais de 100 países visitados, passando pela Europa, África e parte do Oriente. De fato, toda a irreverência e carisma da repórter fizeram com que, aos poucos, ela fosse conquistando toda a audiência ao longo dos anos.


Em 2010, ao retornar para a Rede Globo depois de uma pausa de quase 3 anos, Glória pediu para fazer parte do Globo Repórter, programa semanal que apresenta reportagens especiais sobre temas variados da atualidade. Pelo programa ela atuou como repórter e fez mais diversas viagens pelo mundo, passando por países como o Omã, Emirados Árabes Unidos, França, Vietnã, Laos, Camboja, Myanmar, Finlândia, Marrocos, Jamaicas e tantos outros.


Para mim, uma das principais características das reportagens da Glória era a proximidade que ela passava. Eu me sentia uma viagem através das palavras e da vivência dela em determinado lugar. Era um forma de vislumbrar aquilo que só vivia no imaginário através de uma completa imersão que reunia muita informação, mas muita emoção.


E como está a contagem hoje em dia? Em entrevistas recentes ao Altas Horas e ao Lady Night, Glória disse que pelas suas contas, ela já visitou mais de 160 países em todos esses anos de profissão e, para comportar todos os vistos, mais de 15 passaportes já foram completamente preenchidos. Um sonho, né?


Muita viagem e muito trabalho


Durante toda a sua carreira, uma coisa é certa: a Glória nasceu para ser jornalista. Ela nasceu para comunicar, para viver e transmitir experiências de forma única para todas as pessoas através do telejornalismo. Não é por acaso que ela coleciona coberturas importantíssimas, reportagens renomadas e entrevistas marcantes em seu currículo.


Pensando nisso, selecionamos cinco momentos marcantes da carreira da Glória Maria. Não foi tarefa fácil escolher dentre tantos trabalhos incríveis realizados durante todos esses anos e, por isso, selecionamos algumas da que ficaram mais conhecidas pelo público.


Guerra nas Malvinas - Jornal Nacional (1982)


Uma das coberturas mais marcantes da carreira de Glória Maria foi a da Guerra das Malvinas (1982) que envolveu Inglaterra e Argentina. A cobertura deste momento contou com cerca de 46 profissionais que foram distribuídos entre os países envolvidos e os EUA. Glória, que estava na Argentina, participou da transmissão Jornal Nacional no dia em que foi anunciado o fim da guerra. Confira o trecho de sua participação clicando na imagem abaixo:


Mana do Mês de abril: Glória Maria | Parte II

Brunei - Globo Repórter (2010)


Em abril de 2010, mês de comemoração do aniversário de 37 anos do Globo Repórter, Glória fazia sua estreia no programa e é óbvio que ela foi grandiosa! Na reportagem, ela nos apresenta Brunei, um dos países mais ricos do mundo. Conhecemos, através do olhar dela a realidade de uma região comandada por um bilionário.


Mana do Mês de abril: Glória Maria | Parte II

Grand Canyon - Globo Repórter (2010)


Para Glória, essa foi uma das viagens mais desafiadoras e uma das que ela mais tem vontade de repetir. A reportagem, que foi ao ar em agosto de 2010 no Globo Repórter, mostrou todo o processo de travessia do Rio Colorado, um dos grandes desafios para ela que não sabe nadar. Falou sobre a relação dos índios e o crescimento do turismo na região.


Mana do Mês de abril: Glória Maria | Parte II

Sultanato de Omã - Globo Repórter (2012)


Localizado em uma das regiões mais perigosas e violentas do mundo, o Sultanato de Omã foi palco de uma grande reportagem feita por Glória Maria em 2012. A matéria, que foi ao ar em abril, mostrava diversas tradições do país, dentre elas a cerimônia de casamento realizada e a existência dos beduínos, povos nômades que viviam no deserto.


Mana do Mês de abril: Glória Maria | Parte II

Jamaica - Globo Repórter (2016)


Uma das reportagens mais conhecidas da carreira de Glória Maria, devido a “memeficação” da mesma. A matéria, que foi exibida em junho de 2016, mostrava a Jamaica, terra natal de Bob Marley e Usain Bolt, e suas tradições. Glória conheceu as belezas e cultura do país e também participou de um encontro da comunidade rastafári mais fechada do país. Eu tenho certeza que essa você conhecia!


Mana do Mês de abril: Glória Maria | Parte II


Atualmente, Glória está atuando como apresentadora do Globo Repórter, em parceria com a Sandra Annenberg e, também apresenta desde 2010 a Retrospectiva que a Rede Globo faz ao final de cada ano. E, ficamos aqui pensando, qual será a próxima viagem inédita que ela vai fazer?


____


'Mana do mês' é a personalidade feminina influente escolhida para ser homenageada pelo Telas. Todo mês uma mulher importante e relevante é selecionada para contarmos sua história e legado.