Taylor Swift: 6 apresentações da Era Lover para matar a vontade do show

Por Jéssica Riquena e Luísa Silveira


Era o início de um sonho. E deu tudo errado mesmo.


Como a maioria dos fãs de Taylor Swift sabem, hoje (18) seria o primeiro show da cantora aberto ao público no Brasil. Quem conseguiu os ingressos, estaria ansioso para chegar no Allianz Parque, em São Paulo, e realizar um sonho. Para alguns outros sortudos, amanhã ainda teria mais, já que Taylor agendou logo um show extra para os brasileiros.


Brincadeiras à parte, como todos já estão cientes, shows e diversas outras apresentações estão sendo canceladas em todo o mundo pelo coronavírus. É uma medida de segurança importantíssima, já que eventos públicos como esses são locais perfeitos para contaminação. Por isso, Taylor adiou sua turnê mundial "Lover" para 2021.


Apesar de respeitarmos a quarentena e concordarmos 100% com o adiamento, ainda bate uma sensação de tristeza no dia de hoje. Se você está como a gente, separamos seis apresentações da Era Lover para dar o gostinho de como seria ver essa obra de arte ao vivo. Mas tudo bem, Taylor, a gente te espera, viu?


1. Death By a Thousand Cuts @ Tiny Desk Concert


Particularmente, "Death By a Thousand Cuts" era uma das músicas que mais estava animada para ouvir ao vivo. A canção é a única do álbum Lover (2019) que fala que decepção amorosa, já que Taylor está muito bem, obrigada. A artista disse que viu um filme sobre decepção amorosa, tinha vários amigos terminando o namoro e, em uma noite, escreveu essa música. Ela admite que ficou feliz em perceber que ainda sabia escrever música sobre corações partidos! Essa apresentação super intimista no Tiny Desk Concert, em Washington, aquece o peito.


2. False God @ Saturday Night Live


Ser a atração musical do Saturday Night Live é uma honra desejada por muitos artistas. E a apresentação de False God, em 2019, não foi a primeira vez de Taylor! A cantora já tinha passado por lá, em 2009, e ainda apresentou seu "monólogo musical", uma espécie de piada com os últimos acontecimentos de sua vida pessoal, na época. Mas ok, foco no presente. False God é provavelmente uma das canções mais maduras de Taylor. E sua performance ao vivo no SNL não deixou a desejar em absolutamente nada!


3. London Boy @ Live Lounge


London Boy é uma das músicas mais pops do álbum Lover. Uma declaração de amor clara para seu namorado, Joe Alwyn, com quem está junto há quase quatro anos. Inclusive, praticamente todos os últimos lançamentos foram sobre o amado (rs). No final do ano passado, em entrevista, perguntaram se isso incomodava Alwyn e o boy foi direto: "de forma alguma. Fico lisonjeado". É casal dos sonhos que fala, né? A apresentação acústica de London Boy no Live Lounge contou com a presença de uma banda e backvocals expressivas, dando ainda mais poder para Taylor!


4. The Man (Live From Paris)


É hino feminista que você quer, @? Brincadeiras à parte, o álbum Lover trouxe uma Taylor Swift mais madura, falando sobre questões que impactam diariamente sua carreira – o que ficou mais claro ainda no documentário Miss Americana (2020), lançado pela Netflix. Com quase 15 anos de profissão, Taylor se tornou uma artista mundialmente relevante, entretanto depois de tantos escândalos envolvendo sua vida amorosa, a cantora resolveu desabafar sobre essa perseguição. O refrão embala o verso: "Eu estou tão cansada de correr o mais rápido que eu posso, me questionando se eu iria chegar lá mais rápido se eu fosse um homem". E, cá entre nós, nem precisa ser fã para reconhecer o trabalho que ela desenvolveu em sua carreira e o amor que ela tem pela música. Para ficar ainda mais especial, separamos uma das poucas apresentações para um público grande de fãs nessa era, lá em Paris. Chique!


5. You Need to Calm Down + Lover @ Video Music Awards 2019


Segundo single do álbum Lover, a faixa "You Need to Calm Down" trouxe várias personalidades LGBTQIA+ para contracenar com a cantora no videoclipe e a apresentação não poderia ser diferente. Com um show divertido e colorido, Taylor cantou e dançou os versos que falam para as pessoas simplesmente viverem a sua vida! Sério, imagina gritar "'cause shade never made anybody less gay" junto com o público da Allianz! Mas a apresentação não parou por aí. Depois de passar essa mensagem, a loirinha vestiu um blazer brilhante, pegou o seu violão e fez a primeira apresentação televisionada de "Lover", faixa título do álbum!


6. Apresentação do American Music Awards de 2019


Essa apresentação deu uma pequena "amostra grátis" do que veríamos nos show da "Era Lover", uma Taylor mais confiante na sua música, no seu trabalho e, também, dona e proprietária de cada verso que escreveu. O medley com vários sucessos da cantora do AMA sucedeu a denúncia que a artista fez sobre a sua antiga gravadora e a proibição de regravar canções do seu repertório. No final, Taylor conseguiu se apresentar e ainda levou o Prêmio de Artista da Década na mesma noite!


Infelizmente, a gente ainda vai ter que esperar um tempo antes de ouvir e assistir as apresentações dessas músicas ao vivo. Mas, enquanto ainda não é possível curtir esse show, podemos reservar esse momento para aproveitar com nossos amigos, outros fãs ou até sozinhos dando muito streaming no trabalho dessa artista incrível que é a Taylor Swift. E, óbvio, torcer para que a gente (realmente) se encontre em 2021!


____


Listas semanais com dicas selecionadas sobre filmes, séries, músicas, livros e peças teatrais. É nessa categoria que você descobre sugestões do que assistir nas plataformas de streaming ou o que fazer em um dia atoa em casa.