Saiba como assistir aos documentários de curta-metragem indicados ao Oscar

Enquanto não conhecemos os vencedores do Oscar 2021, podemos assistir boa parte dos filmes indicados à principal premiação do cinema mundial pela internet. Pelo menos, no que diz à categoria de Melhor Documentário de Curta-Metragem. Dos cinco nomes selecionados pela Academia, um dos destaques é “Uma Canção Para Latasha”, que fala sobre protestos antirracistas nos Estados Unidos na década de 90. A produção está disponível na Netflix.


Outra boa notícia é que três títulos estão disponíveis gratuitamente. “Colette”, produzido pelo jornal britânico The Guardian, e “A Concert is a Conversation”, do jornal The New York Times, estão disponíveis no YouTube. Já “Do Not Split”, que fala sobre os protestos de Hong Kong em 2019 e 2020, está disponível na plataforma Vimeo. Das cinco produções indicadas à 93º edição da principal premiação do cinema , apenas “Hunger Ward” não está disponível na web.


Confira a sinopse e como assistir os documentários de curta-metragem indicados ao Oscar 2021:



Uma canção para Latasha (Netflix)

“Uma Canção Para Latasha” remonta a morte de Latasha Harlins, que foi assassinada a tiros por policiais em 16 de março de 1991. Assim como a morte de George Floyd foi o estopim para manifestações antirracistas em 2020, o brutal assassinato da jovem de 15 anos também culminou em uma série de protestos em Los Angeles, no ano de 1992. Dirigido pela premiada Sophia Nahli Allison, a produção de 15 minutos conta a vida e os sonhos de Latasha em uma narrativa biográfica emocionante.


Clique aqui e assista na Netflix


Colette (YouTube)


Produzido pelo The Guardian, a reportagem registra a visita de Colette Marin-Catherine, uma sobrevivente do Holocausto de 90 anos, ao campo de concentração que vitimou o seu irmão, em tempo do aniversário do começo dos Julgamentos de Nuremberg. Quando jovem, lutou contra os nazistas de Hitler como membro da Resistência Francesa. Por 74 anos, ela se recusou a pisar na Alemanha, mas isso muda quando uma jovem estudante de história chamada Lucie entra em sua vida.

A Concert is a Conversation (YouTube)

Outro documentário produzido por um grande veículo de mídia está indicado ao Oscar. “A Concert is a Conversation”, reportagem do jornal New York Times, aborda a vida do músico negro Kris Bowers, que ganhou maior visibilidade nos últimos tempos por compor a trilha sonora do polêmico filme “Green Book”. É um trabalho documental que parte da entrevista com o homenageado como principal recurso narrativo. Traz à tona questões como racismo e as dificuldades para se tornar um grande pianista de jazz.


Do Not Split (Vimeo)

“Do Not Split” é um documentário noruegues que se passa no centro dos protestos de Honk Honk em 2019. O curta-metragem trata das manifestações para a retirada do projeto de lei que permite ao governo chinês extraditar suspeitos de crimes para a China continental. Ao longo de um ano, “Do Not Split” captura a determinação e os sacrifícios dos manifestantes, a reação do governo e a aprovação da nova lei de segurança nacional apoiada por Pequim. Está disponível no Vimeo e possui legendas em português.


Hunger Ward (Não disponível)

Dirigido por Skye Fitzgerald e Michael Shueuerman, “Hunger Ward” é um documentário que trata da fome no Iêmen e dos esforços de dois hospitais para combater a desnutrição infantil no país. O curta-metragem não está disponível para visualização na internet, mas o seu trailer, sim.

Clique aqui e assista no Vimeo

____


Listas semanais com dicas selecionadas sobre filmes, séries, músicas, livros e peças teatrais. É nessa categoria que você descobre sugestões do que assistir nas plataformas de streaming ou o que fazer em um dia atoa em casa.