O ano só começa depois do Carnaval...

"Minha mãe passou o feriado assistindo à reprise dos desfiles icônicos na Globo. Ela viu o passado com o olho no futuro porque ela fez sua parte (ficou em casa) justamente para ter a oportunidade de ver o desfile ao vivo ano que vem — se Deus quiser."


Se o ano só começa depois do Carnaval, então 2021 não começou ainda? Ou foi 2020 que nunca acabou? Na última semana tivemos o Carnaval de schrodinger, e essa é a forma mais coerente de explicar o feriado que não foi feriado em todo o país, e terminou com metade do pessoal indo pra festas (não tão) clandestinas e metade ficando em casa, como manda o roteiro. (Mentira, essa estimativa é otimista. Aposto que menos de um quinto das pessoas fez distanciamento social nesses dias. Enfim.)


Minha mãe passou o feriado assistindo à reprise dos desfiles icônicos na Globo. Ela viu o passado com o olho no futuro porque ela fez sua parte (ficou em casa) justamente para ter a oportunidade de ver o desfile ao vivo ano que vem — se Deus quiser. Quem pulou o Carnaval em 2021 como se nada estivesse acontecendo, mesmo com o país contabilizando mais de 240 mil mortes por Covid-19, não enxergou o aqui e agora, e nem o futuro. Sim, todo mundo precisa relaxar e se divertir às vezes, mas existem tantas alternativas seguras e com distanciamento social… Suas desculpas não são válidas.


A tão esperada vacinação de pessoas do grupo de risco finalmente começou no Brasil (aos tropeços, diga-se de passagem), e é fácil cair nessa ilusão de que as coisas logo voltarão à normalidade. Eu, você e todo mundo adoraríamos acreditar nisso, mas a verdade é que estamos num limbo à espera — do quê? Não sabemos.


Esse meio-tempo frustrante em que vivemos, sem saber o que vai acontecer e parecendo que nada anda para frente, lembra o começo da pandemia, lá para março, quando ficávamos em casa na esperança de “salvar a festa junina”. E a gente sabe muito bem o que aconteceu: meses e mais meses de quarentena, sei lá quantas ondas da doença e, como eu disse, estamos agora quase chegando na marca de 245 mil mortos por Covid-19. Não viemos de lá para cá por pura magia, e sim por irresponsabilidade tanto do Estado quanto do cidadão.


Você quer que 2021 traga a “vida normal” de volta? Então não repita 2020.

____

As crônicas são textos não jornalísticos, para falar de manias, da vida, de amores... E todas as outras coisas do coração.