Especial Halloween: 8 filmes para ver nesse Dia das Bruxas

Quem nunca viu um filme norte-americano e ficou com uma leve inveja da tradição de Halloween que atire a primeira pedra. Tem quem queira aproveitar uma festa a fantasia, quem queira comer doce e até quem só quer uma oportunidade de maratonar filmes temáticos. E tá tudo bem. É por isso que hoje a gente separou 8 filmes para você ver nesse Dia das Bruxas. E, não se preocupe, a nossa equipe cinéfila tem indicação para tudo que é gosto: suspense, terror e até muitas bruxinhas.


Leia também: 8 livros de terror e suspense escritos por mulheres




Indicação da Vic:

Twitches: As Bruxinhas Gêmeas (2005)

Eu nunca fui muito fã dos filmes de terror, mas coloca uma bruxa fazendo magia em cena que eu com certeza estarei lá assistindo. Por isso minha escolha e indicação vai para Twitches: As Bruxinhas Gêmeas. Esse é um clássico dos anos 2000 para quem gosta de filmes da Disney. Duas irmãs gêmeas são separadas ao nascer e, ao completarem 21 anos, se reencontram e descobrem que são bruxas. Agora elas precisam unir forças para salvar a mãe biológica e o mundo onde nasceram. Uma mistura de Operação Cupido (1998) e Programa de Proteção para Princesas (2009), essa é uma boa escolha para quem quer ver um filme levinho comendo pipoca.



Onde assistir: Disney+



Leia também: 6 conteúdos sobre o universo bruxo livres de transfobia



Indicação da Bia:

Midsommar (2019)

Midsommar é aquele tipo de filme de terror que a sinopse não é suficiente para te preparar para o que está por vir. Dani (Florence Pugh) viaja com o namorado para uma vila na Suécia e acompanha as tradições do povo nativo, só que isso daqui é terror, então claro que algumas coisas questionáveis acontecem, né? Vale a pena assistir a Midsommar porque é um daqueles novos terrores mais elaborados e criativos, mas que ao mesmo tempo não é complexo e enigmático a ponto de você se sentir um completo idiota ao terminar o filme. Queria reclamar aqui que o título do filme no Brasil é Midsommar - O Mal Não Espera a Noite, o que não faz nenhum sentido com a proposta da história. Não existe um "mal" propriamente dito ali, e sim diferenças culturais. A relativização de crenças e algumas sutis observações sobre o etnocentrismo são o ponto alto da trama.



Onde assistir: Prime Video



Indicação da Lu:

Nós (2019)

Nós, escrito e dirigido por Jordan Peele, segue um pouco a lógica de seu outro sucesso, Corra! (2017). Ou seja, uma história aparentemente bizarra, mas que esconde grandes críticas à sociedade racista e capitalista que vivemos. Em Nós, Adelaide Wilson (Lupita Nyong'o) é uma mulher com um grande trauma na infância, que decide retornar à casa de praia que visitava quando era mais nova, agora com seu marido e dois filhos. Porém, uma noite, um grupo de quatro pessoas aparece no jardim dos Wilson, que logo percebem que os estranhos são réplicas perfeitas deles mesmos. “Somos nós”, diz o filho mais novo quando vê o rosto de um dos invasores. Se a história por si só não te interessar, vale pelo show de atuação que todos do elenco, mas principalmente a protagonista Lupita, entregam.



Onde assistir: Netflix


Leia também: O que te assusta? Racismo e intolerância religiosa em filmes de terror



Indicação da Jéssica:

Uma Noite de Crime (2013)

Imagine um mundo perfeito, onde a criminalidade chegou a níveis mínimos e as pessoas vivem em paz. Só tem um pequeno problema: para viver nesse mundo você tem que concordar que uma noite por ano, durante 12 horas, todas as leis e serviços de segurança sejam suspensos e você fique a mercê da sua própria sorte. Mas será que tipo de mundo realmente seria criado? Isso é o que o filme Uma Noite de Crime (2013) mostra. O longa abre o universo pensado pelo diretor e roteirista James DeMonaco e escancara a desigualdade vivida em um pseudo mundo perfeito.


Onde assistir: Netflix



Indicação do Filipe:

A Forca (2015)

Se você curte aqueles filmes de terror no estilo de gravação encontrada, esse é para você. Em A Forca, uma cidade é marcada por um acidente, quando uma peça de teatro da escola leva a várias mortes. Vinte anos mais tarde, um grupo decide reencenar a peça, para homenagear os mortos. Logo, eles percebem que o desastre pode acontecer mais uma vez.



Onde assistir: HBO Max



Indicação da Vanessa:

Convenção das Bruxas (2020)

Eu passei boa parte da minha infância assistindo aos filmes da Sessão da Tarde e um deles me marcou de uma forma diferente. Imagina uma criança assistir uma espécie de convenção entre bruxas em plena tarde de um dia de semana? Convenção das Bruxas foi uma adaptação cinematográfica do livro de Roald Dahl que estreou em 1990 amedrontando e marcando gerações. Mas o melhor de tudo foi ver, 30 anos depois, uma nova versão do clássico filme com um elenco irreverente com nomes como Octavia Spencer e Anne Hathaway. Na produção nós acompanhamos a história de um jovem órfão que vai morar com sua adorável avó. Porém, em um dado momento eles se deparam com glamorosas, porém diabólicas bruxas que estão em uma grande reunião planejando transformar todas as crianças do mundo em ratos. O filme é divertido e uma ótima opção para quem quer aproveitar o Halloween de uma forma mais leve e sem muitos sustos.



Onde assistir: HBO Max


Leia mais: Qual a melhor "Convenção das Bruxas"? O original ou o remake?


Indicação da Mari:

Abracadabra (1993)

É clássico de bruxa que você quer? Pois é isso que você vai ter. Abracadabra traz três bruxas do século XVII, que chegam ao século XX após seus espíritos serem evocados no Dia das Bruxas. Banidas há 300 anos devido à prática de feitiçaria, elas estão dispostas a tudo para garantir sua juventude e imortalidade. Porém precisarão enfrentar três crianças e um gato falante, que podem atrapalhar seus planos.


Onde assistir: Disney+


Indicação da Ju:

A Última Casa da Rua (2012)

Esse é pra você que curte um suspense mas o terror já não é lá sua praia. Em A Última Casa da Rua a gente vê a jovem Elissa (Jennifer Lawrence) e sua mãe Sarah (Elisabeth Shue), se mudarem para uma nova cidade. O problema é que o imóvel vizinho ao delas foi palco de um duplo assassinato e Elissa começa a se relacionar com Ryan (Max Thieriot), o único sobrevivente da família assassinada.



Onde assistir: Prime Video


____ Listas com dicas selecionadas sobre filmes, séries, músicas, livros e peças teatrais. É nessa categoria que você descobre sugestões do que assistir nas plataformas de streaming ou o que fazer em um dia atoa em casa.