Entrevista: duo mineiro Clara x Sofia lança novo single e celebra nova fase

Por Jéssica Riquena e Luísa Silveira


Os trabalhos para a “nova era” do duo mineiro Clara X Sofia, formado por Clara Câmpara, 24, e Sofia Lopes, 23, estão à todo vapor. Donas de vozes potentes e com composições que conquistam a gente, as meninas participaram recentemente do Projeto Cantim e acabam de lançar seu novo single “fala (tô te querendo)” em parceria com Clara Valverde, temas da nossa entrevista com o duo. Com muitas novidades, a identidade do duo passou por uma repaginada no ano de 2021, vem aí novas referências, novas composições e novos hits.


Entrevista: duo mineira Clara x Sofia lança novo single e celebra nova fase
Imagem do single 'fala (tô te querendo)' | Crédito: Alexandre Stehling

“Durante todo esse ano de 2021, nós repaginamos toda a nossa identidade. Das composições até a parte visual. Nossas músicas novas estão cheias de nós, enredos que trazem muito do que vivemos e sentimos.”, explicam Clara e Sofia.


E o trabalho não foi em vão. Elas foram convidadas para participar do Projeto Cantim, realizado por Rodrigo Casagrande, que tem como objetivo valorizar artistas da cena musical mineira em um espaço de muita música ao vivo. Para essa apresentação, além de escolher músicas do seu repertório, as artistas prepararam arranjos incríveis e inéditos para covers de Pabllo Vittar, Dua Lipa, Tierry e Kali Uchis. Uma ótima oportunidade para aproveitar toda a sonoridade do duo e já se preparar para o que vem por aqui! Confira a apresentação:



E quando a gente achou que tinha acabado por aí, o duo divulgou o lançamento de um novo single em parceria com a cantora Clara Valverde. “fala (tô te querendo)” aborda o desejo de estar com alguém, transmitido literalmente pela fala, em que a personagem verbaliza o desejo sobre o que pode acontecer no futuro.


“Essa música fala de um jeito simples sobre o desejo e atitude da mulher que possui vontades e vai atrás de concretizá-las. Nós três temos vontades e é muito maravilhoso poder falar sobre isso, da nossa maneira, sem nos sentirmos podadas ou limitadas”, explica Sofia Lopes.


O clipe foi gravado em Belo Horizonte (MG), e mostra a história de três garotas que têm uma surpresa desagradável ao chegar em um date. O cenário urbano e cosmopolita da capital mineira abraçou a música e criou uma atmosfera incrível para contar essa história. Confira abaixo:



Ainda queremos ver muito do trabalho de Clara x Sofia e, com certeza, estamos ansiosas para os próximos passos e lançamentos dessa nova era. Enquanto ainda não chega, confira, na íntegra, a entrevista que fizemos com as artistas sobre sua carreira e participação do Projeto Cantim.


Como foi participar da live session promovida pelo Projeto Cantim? E como foi feita a escolha da setlist (que contou com covers incríveis)?


Foi maravilhoso! Estávamos morrendo de saudades de cantar, de ensaiar e pensar no repertório. E estar em um palco que recebe artistas belorizontinos tão de braços abertos contribuiu ainda mais para o nosso êxtase. O repertório foi baseado em tudo que a gente mais ama escutar: Pabllo Vittar, Tierry, Dua Lipa e Kali Uchis. Pegamos as nossas músicas preferidas e colocamos a nossa cara em cada uma delas. E claro, não podemos deixar de falar das nossas autorais, que também demos uma repaginada nesse projeto. Amamos estar lá e amamos também o resultado!


O que podemos esperar dessa nova fase do duo?


Meus bens, vem aí! Haha Durante todo esse ano de 2021, nós repaginamos toda a nossa identidade. Das composições até a parte visual. Nossas músicas novas estão cheias de nós, enredos que trazem muito do que vivemos e sentimos. A “Nova Era” de Clara x Sofia é cheia de referências em Marisa Monte, Rita Lee, Dua Lipa, Duda Beat e Olivia Rodrigo - dentro vários outros artistas que nos inspiram! É uma construção, um trabalho de tijolinhos, que vai se consolidando e entregando a mensagem que queremos com o nosso álbum, uma grande realização da nossa carreira cheia de músicas inéditas.


Qual música de vocês melhor define a trajetória de Clara X Sofia?


Até então “Seu Fim em Mim”. Essa música abriu muitas portas para nós, e acreditamos que muito disso se deve pelo fato de que é uma música com muito das nossas personalidades.



Quais sonhos vocês já realizaram e quais são as próximas metas?


A cada pessoa que vem falar com a gente que ama nossas músicas, que acompanha nosso trabalho, é um sonho realizado. Reconhecimento, poder cantar o que somos e sentimos é um grande sonho. Além disso, queremos muito cantar e tocar em vários festivais, em momentos especiais, lançar clipes lindos, músicas que marquem a vida das pessoas. E claro, num prazo ainda mais palpável, queremos lançar esse álbum e colher bons frutos com ele! Estamos no começo da caminhada!


Quais são suas principais referências?


Divas maravilhosas como Marisa Monte, Dua Lipa, Rita Lee, Duda Beat, Claire L'affut. Nas composições, identidades visuais, comunicação e produções musicais.


A música e o clipe de "Vestida ou Nua" são bem impactantes. Qual é a importância de trazer a temática de violência de gênero no trabalho de vocês?


Isso é uma coisa que nós sempre tivemos vontade de fazer. Acreditamos que por termos visibilidade é um dever nosso abordar esse tema que está presente nas nossas vidas e na vida de todas as mulheres. “Vestida ou Nua” surgiu como um desabafo, e tomou forma da maneira mais linda que nós poderíamos imaginar. É um trabalho do qual temos muito orgulho e um tema que queremos sempre abordar.



Ainda em "Vestida ou Nua", vocês ajudaram na produção do roteiro e do monólogo. Como foi esse processo?


Sim! Foi um processo longo e denso - e muito massa! Amamos estar por dentro de cada parte do processo. Fizemos muitas reuniões com toda equipe envolvida no Curta, e em cada uma dessas nós lapidamos mais o roteiro até chegar em uma história final. Quanto ao monólogo, foi um processo mais pessoal e individual. Cada uma ficou encarregada de escrever o seu monólogo. Contamos com a participação da nossa amiga Laura Damasceno e com a irmã da Sofia, Luiza Lopes, para construir o nosso monólogo final. O resultado foi uma mensagem transparente, linda e de coração.