Dia Nacional do Humorista: 5 nomes que valem a pena acompanhar

Qual o limite do humor? De tempos em tempos essa pergunta volta à tona e invade as redes sociais. Normalmente, o que precede esse momento são situações no mínimo desagradáveis que envolvem humoristas. A última aconteceu na celebração do Oscar.


O comediante Chris Rock fez uma piada com o fato de Jada Smith (esposa de Will Smith) ter raspado o cabelo. O grande problema é que Jada não raspou a cabeça por estilo, e sim, devido a alopécia – doença que causa perda de cabelo. Depois da situação, Will vem sofrendo uma série de represálias, enquanto muitos defendem a “postura impecável” de Rock.


Leia mais: A violência silenciosa por trás da solidão da mulher negra


A gente sabe que essa é uma discussão bem calorosa e que chamam pessoas insuportáveis falando mil coisas sobre “o humor não ter sido feito para agradar ninguém”, mas pasmem, tem gente fazendo isso por aí e sendo reconhecido e muito bem recebido pelo público. Por isso, para celebrar o Dia Nacional do Humorista, separamos 5 nomes que valem a pena acompanhar (tem uma gringa, mas garanto que vale a pena rs).


Tatá Werneck



Apenas a maior comediante do país. Próxima.


Brincadeiras a parte, mas Tatá Werneck é um dos maiores nomes do humor atualmente. Ácida e com o pensamento mais ágil que a velocidade da luz, a humorista ficou famosa por participar de programas da era de ouro da MTV Brasil, como o Quinta Categoria e Comédia MTV. Atualmente, ela comanda o Lady Night, talk show que convida famosos para quadros bem humorados e… adivinhem? Isso mesmo, sem atacar minorias ou ser preconceituosa. Inclusive, ela recentemente contratou uma travesti para revisar os seus programas após algumas falas transfóbicas, deixando bem evidente que preconceito não tem vez no humor!


Assistir: Lady Night no Globoplay


Hannah Gadsby



Pode ser que você ainda não conheça o trabalho de Hannan Gadsby e, posso dizer, você está perdendo muita coisa. A comediante australiana ganhou mais reconhecimento internacional após a divulgação de seu espetáculo “Nanette”, na Netflix. Na peça, ela fala sobre como a sua trajetória pessoal – como uma pessoa com autismo e lésbica – refletiu na sua forma de enxergar o mundo. As piadas de autodepreciação não fazem parte do roteiro da apresentação, que ganha um tom muito mais divertido – sim, muito divertido – sem precisar todas em pontos sensíveis para ela ou para pessoas presentes na platéia do espetáculo ou futuros telespectadores. O seu segundo trabalho, Douglas, também segue no mesmo sentido e pode ser assistido na Netflix.


Assistir: Nanette e Douglas na Netflix


Pequena Lô



Aqui nós somos jovens também, ok? O fenômeno da internet, Pequena Lo, não poderia ficar de fora da nossa lista. A comediante, que estourou no TikTok, se tornou um dos grandes nomes do humor brasileiro após gravar situações cotidianas de forma cômica e (muito) bem-humorada. Lorraine é uma pessoa com deficiência, devido a uma displasia óssea a jovem possui um encurtamento nos membros. Em várias entrevistas ela já falou como ser uma pessoa com deficiência nesse meio é importante para quebrar paradigmas e trazer discussões muito importantes, inclusive sobre o limite do humor.


Assistir: todos os vídeos do TikTok


Rapha Vicente



Morador da Maré, Raphael Vicente começou a gravar vídeos de humor com a sua família para postar no TikTok. O crescimento do aplicativo durante os primeiros anos da pandemia de Coronavírus, acabou fazendo com que o conteúdo produzido pelo comediante explodisse os limites da sua bolha social e alcançasse mais e mais pessoas. De forma leve, descontraída e com uma super produção digna de Hollywood, ele coloca a sua madrinha, avó, prima e até cachorro para atuar. Vale a pena acompanhar o trabalho dele!


Assistir: todos os vídeos do TikTok


Samantha Schmütz



É claro que a Samantha Schmütz não poderia ficar fora da nossa lista. A comediante que ganhou o Brasil no papel de Juninho Play no Zorra Total, vem ganhando mais e mais espaço nas telinhas e o preenchendo com muita qualidade e respeito. Além do talento como cantora, que também se tornou um diferencial na carreira da humorista, suas últimas produções vieram recheadas de críticas sociais fodas e aquele humor que reflete muito o cotidiano dos brasileiros.


Assistir: Não Vamos Pagar Nada no GloboPlay


____


Listas com dicas selecionadas sobre filmes, séries, músicas, livros e peças teatrais. É nessa categoria que você descobre sugestões do que assistir nas plataformas de streaming ou o que fazer em um dia atoa em casa.