Ana e a Tal Felicidade encerra temporada no Rio com feminismo e reflexão

A peça de teatro "Ana e a Tal Felicidade", inspirada no livro homônimo de Cris Pimentel, encerra sua temporada no Rio de Janeiro neste domingo (28). Produzida pela Notícias de Tudo e com texto da dramaturga Renata Mizrahi, o espetáculo se torna uma verdadeira experiência ao provocar reflexões e discussões acerca das inúmeras violências sofridas pelas mulheres. Está em cartaz no Teatro Sérgio Porto, Zona Sul do Rio de Janeiro, até o dia 28 de novembro.


"Ana e a Tal Felicidade" está em cartaz até 28/11. | Foto: J.Egberto

A história retrata uma mulher real, com dores e traumas a serem questionados e explorados. A inspiração veio da vida real da autora Cris Pimentel. Jornalista, Cris misturou as muitas histórias que presenciou durante os anos em que trabalhou na Delegacia de Defesa da Mulher, no interior de São Paulo.


O objetivo, segundo a autora, é "levar o público a um mergulho dentro da jornada emocional da Ana, uma mulher angustiada em busca de um acerto de contas com seu passado e, que ao mesmo tempo, tenta se firmar num relacionamento". A intenção é abordar temas tabus como culpa, aborto, orgasmo, estupro: "assim como no livro, nós juntamos relatos de outras mulheres que passaram por situações semelhantes à que vivi aos 17 anos, relatos esses que conheci na década de 90, época que fui escrivã de polícia numa Delegacia de Defesa da Mulher e que me inspiraram na criação dos personagens centrais".



Mas a prática feminista não se faz presente só no enredo e a produção conta com muitas mulheres envolvidas. Carol Araujo, uma das diretoras da peça junto de Nina da Costa Reis, fala sobre o coletivo Notícias de Tudo e como o projeto pode ajudar as mulheres a encontrarem a felicidade e se libertarem de seus traumas. Ela conta que Cris a procurou para falar da ideia lá em 2018 e que, desde então, as duas têm trabalhado juntas com o coletivo: "em 2020, com o projeto e captação em andamento, veio a pandemia que nos fez aguardar uns meses, para iniciar o processo". Mas com o aumento no número de casos de mulheres violentadas e assassinadas dentro de casa, elas perceberam ser essencial tocar de vez o projeto.


"Este espetáculo é de extrema relevância para que possa haver uma mudança, pois os temas levantados ainda são tratados como tabus na sociedade e acabam intimidando as mulheres que se calam diante de tanta dor”, opina Carol.



Serviço "Ana e a Tal Felicidade":

De 04 a 28 de novembro de 2021

Quinta a sábado, às 20:00 e domingos, às 19:00

Debates, aos domingos, após o espetáculo

Espaço Cultural Municipal Sérgio Porto - Rua Humaitá, 163, Humaitá, Rio de Janeiro – RJ (OBS: entrada pela Visconde e Silva)

Telefone: 21 2535-3846

Duração: 60min

Ingressos: R$ 30 (inteira), R$ 15 (meia)

Classificação etária: 16 anos

Lotação: 180 lugares


____



Com atualizações diárias, a categoria "Notícias" é para quem quer ficar por dentro de tudo o que acontece com as mulheres (e para as mulheres) dentro do mundo da cultura