4 motivos para assistir a segunda temporada de Valeria

A segunda temporada de Valeria chegou à Netflix no último dia 13 e veio recheada de desfechos surpreendentes para as personagens principais! Valeria (Diana Gómez), Lola (Silma López), Nerea (Teresa Riott) e Carmen (Paula Malia) voltam a protagonizar momentos engraçados e que apresentam uma grande semelhança com a vida de muitas mulheres.



Depois de um final que deixou uma baita ponta solta, finalmente voltamos para acompanhar se Valeria vai conseguir publicar o seu livro. Após a conturbada separação com Adrián (Ibrahim Al Shami J.), a protagonista vira as suas atenções para o romance proibido que viveu com Víctor (Maxi Iglesias). A rotina de recém-divorciada, entretanto, esbarra em algo muito importante: a decisão de publicar Impostora – livro escrito pela personagem – de forma independente.


Leia também: O dinamismo e a verdade em "Valéria", nova produção espanhola da Netflix


Com a ajuda de suas amigas (mais uma vez), Valeria precisa enfrentar novos dilemas e se entender nesse novo momento. Bem, aqui eu posso dizer que ainda bem que a história não se desenvolve somente nesse ponto. Seria extremamente frustrante voltar para a série e ver tudo e todos girando ao redor dessa trama em específico. E, embora a Valeria faça de tudo para isso acontecer, Lola, Carmen e Nerea também desenvolvem dilemas próprios nessa temporada que fica marcada pelo amadurecimento das personagens em diversos pontos.


Mesmo com alguns furos na história – os personagens voltam completamente diferente fisicamente para a nova temporada, mesmo tendo se passado algumas poucas semanas – e algumas decisões meio forçadas para se encaixar na história, a segunda temporada de Valeria tem muito mais pontos positivos que negativos. E, por isso, hoje separamos 4 motivos para você assistir a segunda temporada do seriado.


Uma nova Valeria (mas nem tanto assim)


A gente tá acostumado com uma Valeria insegura, confusa e acreditando que o mundo das suas amigas gira em torno dela. E, bem, isso meio que continua – pelos menos na primeira metade dos episódios. Após a separação, com um monte de dúvidas e sem nem um euro na conta, nossa protagonista precisa urgentemente passar por uma mudança.



Como não poderia deixar de ser, o seu grupo de amigas está ali para dar apoio e suporte, mas, mesmo acreditando que a personagem poderia ter mudado mais, acredito que foi satisfatório para eu não terminar a temporada com o ranço que comecei. Ela ainda é uma viciada em mentir e inventar história para esconder coisas simples? Sim. Ela ainda tem muitas atitudes imaturas e pensa bem menos no que realmente importa? Sim. Eu meio que me cansei do drama que ela desenvolveu com o Víctor no meio dessa temporada? Sim. Mas, no final de tudo, acho que o fim foi satisfatório.


A personagem conseguiu se livrar de umas amarras que ainda a prendiam no combo fim de um casamento de seis anos + um amante gostosão que não saia do seu pé + bloqueio criativo e iminente falência financeira. E, ao longo dos episódios, eu prometo que essas novas descobertas vão deixando ela um pouquinho mais suportável. Pode confiar!


Amigas? Sim. Coadjuvantes? Nunca!


Um dos grandes positivos da primeira temporada da série foi super fortalecido nessa segunda temporada. As vidas de Lola, Carmen e Nerea são exploradas e as personagens ganham ainda mais profundidade durante os oito episódios dessa nova etapa do seriado.



Nós podemos ver, por exemplo, a Nerea tendo que começar a sua vida praticamente do zero depois de ter se assumido para os seus pais e precisando de redescobrir no âmbito pessoal e profissional. Vemos a Carmen tentando conciliar seu trabalho, as demandas das suas amigas e o seu próprio relacionamento. E acompanhamos a Lola em um caminho de reconhecimento e reencontro consigo mesmo.


Pessoalmente falando, eu acho que essa opção de “dar vida” as amigas da Valeria é uma ótima maneira de dar vida para a própria personagem. Mesmo imersa em problemas e tentando puxar toda a atenção para si mesma, a protagonista precisa lidar com chamadas não atendidas ou momentos em que as amigas só realmente não estavam bem para ajudar ninguém. Com isso, além de termos uma série mais interessante por não ser focada somente na vida da Valeria, ganhamos personagens extremamente ricas e complexas que equilibram a história.


Romance, romance e mais romance


Meio que não podia faltar não. Na trama, o livro escrito por Valeria é inspirado em toda a situação que ela viveu durante a sua separação. Desde o distanciamento do casal, até o surgimento de uma terceira pessoa e como isso afetou o processo. Ou seja, enquanto a primeira temporada estava focada no romance proibido da protagonista e em momentos complexos amorosamente para Lola, Carmen e Nerea, os novos episódios vêm para acompanhar a busca por algo mais tranquilo e mais calmo.



É isso que temos durante os oito episódios? Não necessariamente, mas a busca importa muito. A verdade é que cada uma das personagens vive um momento muito distinto e isso acaba trazendo problemas e descobertas muito distintas. Enquanto Lola busca dar uma chance para Sergio (Aitor Luna) – o cara casado com quem ela mantinha um caso –, Nerea tenta deixar o seu lado frio para trás e se dedicar mais na sua possível futura relação com Olga (Raquel Ventosa).


No meio de tudo isso, ainda acompanhamos Carmen buscando vivenciar novas fases do seu relacionamento com Borja (Jualu González) e vendo que nem tudo era exatamente o conto de fadas que ela tinha imagino. E, claro, vemos Valeria tentando se relacionar com Víctor após o seu divórcio. Em outras palavras, romance é o que não vai faltar nessa temporada!


Uma Madri de tirar o fôlego


Esse é um ponto que eu já havia destacado na crítica que fiz para a primeira temporada e foi um dos grandes motivos para eu estar tão animada pela segunda (desculpa Valeria)! Nessa nova leva de episódios, as personagens visitam outros lugares turísticos mas também mostram a vida como ela é.



Assistir ao seriado e lembrar das cores, dos prédios, das ruas, tudo isso tornou a experiência muito mais rica para mim. Claro, pode ser algo completamente pessoal e você pode nem se ligar nas ruelas e vistas que a série proporciona, mas garanto que é um adicional muito relevante quando você está assistindo aos episódios.


Então, se você ainda não conhece Madri mas quer dar uma chance para a cidade (e para a série) pode dar o play sem medo que você não vai se arrepender. As duas temporadas estão disponíveis na Netflix (e, de quebra, você ainda aproveita para praticar um pouco de espanhol!).


____


Listas com dicas selecionadas sobre filmes, séries, músicas, livros e peças teatrais. É nessa categoria que você descobre sugestões do que assistir nas plataformas de streaming ou o que fazer em um dia atoa em casa.