11 cantoras independentes para diversificar sua playlist

Indicação de música boa é sempre bem vinda, não é? E que tal uma lista com 11 cantoras fora do mainstream para renovar sua playlist na quarentena? Hoje separamos algumas mulheres artistas independentes que todo mundo deveria conhecer - e fizemos uma playlist no Spotify para acompanhar!



Antes de começar, você sabe o que é ser independente? É quando o artista conta apenas com seus próprios recursos para realizar sua obra e divulgá-la. No caso da área musical, os independentes não têm contrato com nenhuma grande gravadora. E o que é diferente? Geralmente as gravadoras são responsáveis pelo marketing, divulgação, distribuição e têm os direitos de comercializar as músicas. Assim, tem mais caminhos e contatos para se tornar mainstream. Mas independente não significa desconhecido! Confira nossa seleção de artistas da cena para quebrar seus estereótipos e conhecer novas cantoras!


Liniker


Para já quebrar esse estereótipo de que artista independente é desconhecido, começo com a rainha dos independentes. Liniker faz parte do grupo musical Liniker e os Caramelows e, desde o primeiro EP em 2015, eles não são ligados a nenhuma gravadora. O som é uma mistura de soul, R&B, blues e um toque carnavalesco.



Josyara


O sotaque denuncia: Josyara é baiana das firmes. Nascida em Juazeiro, agora se aventura por São Paulo sem deixar o sertão de fora de sua música. A presença marcante do violão é sua marca registrada, mesmo que tenha experimentado novos sons no seu mais recente álbum.



Duda Brack


Gaúcha moradora do Rio desde os 18 anos, Duda encanta ao cantar com seu sotaque misto e graves roucos. Na cena independente desde o início, seu som é uma mistura de MPB, rock e poesia.



Troá!


Seguindo no território do rock, temos a banda Troá!. Com influência de Letrux, os sons que mais prevalecem são a percussão e os graves, presentes tanto na voz da cantora Carol quanto no baixo - que, curiosamente, leva o protagonismo.



Letrux


E falando em Letrux, nossa tijucana preferida também é independente. Já falamos por aqui que seu som é daqueles “que te permite tanto dançar na pista quanto chorar na cama (ou os dois juntos, quem sabe?)”. Afirmo facilmente que Letrux é forte influência para toda uma galera da cena independente carioca - e nacional.


Tássia Reis


Paulista, Tássia Reis traz o rap, o hip-hop e o jazz para a música popular brasileira. Seu mais recente álbum é perfeito para ouvir bebendo um bom vinho no sofá de casa junto com um contatinho, esquentando o território recheado de flerte.



Elisa Fernandes


Seguindo no mood flertante, Elisa traz a doçura do tom de voz com a leveza das letras. O som é uma mistura de MPB, bossa nova e samba. O sotaque carioca carregado de chiados traz um charme a mais.



Mari Blue


O jeitinho mineiro de Mari Blue deixa transparecer na voz de jeito doce. As músicas mais lentas misturam poesia com melancolia e as mais agitadas se mostram como um pop experimental.



Júlia Vargas


Não se engane pelo rosto angelical que a voz é forte e a personalidade única. Júlia define seu som como música popular planetária e, bem, é isso. Uma mistura de MPB com samba e forró traz junto um naipe instrumental sem defeitos.



Karin Hils


A ex-integrante da girl band brasileira mais amada de todos os tempos é uma artista completa: canta, dança e atua. Com uma pegada mais pop, Karin tem investido mais na carreira solo e já sabemos que vem conteúdo de qualidade.



Mc Rebecca


É isso mesmo! O funk deu as caras por aqui também! Apesar de ser comum a associação a gravadoras de DJs, Mc Rebecca é independente. A hitmaker fala de amor, sexo e baile funk na batida do 150bpm e é uma das principais vozes femininas no funk atual. E isso tudo só com 21 anos!



Agora que você já sabe que ser artista independente não é sinônimo de desconhecido e não se resume só ao som alternativo, que tal procurar conhecer mais a cena? Com certeza na sua cidade tem uma galera fazendo um som legal sem ajuda de gravadora. Conhece alguma que não entrou na nossa lista? Manda um e-mail para gente! Quem sabe não fazemos uma parte 2...


Confira nossa playlist As Mina Independente:



____

Listas semanais com dicas selecionadas sobre filmes, séries, músicas, livros e peças teatrais. É nessa categoria que você descobre sugestões do que assistir nas plataformas de streaming ou o que fazer em um dia à toa em casa.