10 documentários sobre cantoras para você assistir

Uma mensagem clara que está sendo passada nesse tempo de pandemia de coronavírus é: a música une. Esse, inclusive, foi o grande lema do Festival One World: Together at Home, organizado por Lady Gaga e que contou com diversas apresentações e falas de estrelas pop, como Taylor Swift e Beyoncé.


E o que Lady Gaga, Taylor Swift e Beyoncé podem ter em comum, além do fato de serem grandes artistas? As três são algumas das cantoras que tiveram coragem de fazer um documentário sobre suas vidas, mostrando suas dificuldades, defeitos e problemas.


Pensando nisso, separamos 10 documentários sobre grandes cantoras para você assistir durante sua quarentena. O interessante é que podemos ver que todas sofrem, mas a arte pode ser uma forma de driblarmos alguns desses problemas.


Mensagem bem importante para ajudar a lidar com a pandemia, né?


Lady Gaga: Five Foot Two (2017)


O filme, produção original da Netflix, segue Stefani Joanne Germanotta, mais conhecida como Lady Gaga, durante a produção e lançamento de seu quinto álbum, Joanne. No longa, vemos as facetas vulneráveis de Gaga e entendemos melhor sua verdade por trás de looks excêntricos do passado. Também ficamos sabendo mais sobre seu processo de criação e seu estado de saúde - mental e físico.



Beyoncé: Life Is But A Dream (2013)


Quem é fã de Beyoncé sabe que não é sempre fácil se manter informado sobre a vida da estrela. Normalmente muito discreta e reservada, os posicionamentos da cantora sobre sua vida pessoal chegam ao público por meio de suas músicas. Por isso, o documentário é tão especial, já que mostra uma faceta de Beyoncé que nunca vimos antes, falando sobre sua gravidez, medos e inseguranças.



Nina Simone: What Happened, Miss Simone? (2015)


Nina Simone é provavelmente uma das maiores vozes da música. A intérprete de Feeling Good, porém, foi muito mais do que isso. Sobrevivente de violência doméstica, grande militante pelos direitos civis da população negra, Nina foi uma mulher forte, que mudou a história dos EUA. A produção original da Netflix, com o curioso título ‘O que aconteceu, senhora Simone?’, aborda desde o nascimento da cantora, com todas as dificuldades enfrentadas na infância, até sua morte, em 2003.



Taylor Swift: Miss Americana (2020)


Outro filme original da Netflix. Miss Americana, que carrega o nome da 7ª faixa do último álbum da cantora, mostra o desenrolar da carreira de Taylor Swift, com destaque especial para os últimos anos. A produção aborda grandes mudanças na personalidade da cantora, além de questões como ‘cancelamento virtual’ e a doença de sua mãe.



Amy Winehouse: Amy (2015)


Dona de uma voz inesquecível, Amy Winehouse teve uma vida complicada. O documentário, feito em grande parte por filmagens caseiras da própria cantora, mostra além de sua ascensão como artista, abordando problemas como abuso de drogas e transtornos alimentares. Porém, muitos criticam a produção por não retratar verdadeiramente como alguns homens de sua vida - como seu pai e namorado - foram peças definitivas para a queda da cantora.




Beyoncé: Homecoming (2019)


Beyoncé é tão especial que merece mais um filme em nossa lista. O segundo filme da cantora, Homecoming, é uma produção original da Netflix, que fala sobre toda a preparação e ensaio para a apresentação histórica de Beyoncé no Coachella de 2018. A artista, que tinha acabado de ter filhos gêmeos, foi a primeira headliner negra do festival.




Demi Lovato: Simply Complicated (2017)


O segundo documentário de Demi Lovato fala sobre uma nova fase de sua vida. Além de contar sobre todo o começo de sua carreira, o filme aborda sua luta contra as drogas, transtorno alimentar e sua recém descoberta solteirice. Já em 2020, Demi fala abertamente sobre como - depois do documentário - teve uma recaída nas drogas e hoje é gerenciada por outra equipe, diferente da época do filme.



Whitney Houston: Can I Be Me (2016)


Considerada a princesa americana, Whitney é a artista feminina que mais recebeu prêmios em sua carreira. Porém, a vida da cantora de I Will Always Love You não foi fácil. Problemas de autoestima e abuso de drogas são algumas das questões mostradas em seu documentário Can I Be Me, com filmagens exclusivas e inéditas.



Janis Joplin: Little Girl Blue (2015)


Joplin foi pioneira no universo do rock, sendo a primeira grande artista mulher no meio. Companheira de Amy Winehouse no ‘clube dos 27’ - músicos que morreram aos 27 anos -, a cantora foi uma das maiores estrelas da década de 60. Mas, Little Girl Blue deseja mostrar mais do que a lenda de voz forte, nos apresentando uma versão honesta, amorosa e gentil da cantora.




Katy Perry: Part of Me (2012)


O filme acompanha desde seus primeiros passos na música, no coral da igreja, até shows em grandes arenas. Com imagens exclusivas dos bastidores da turnê, que passou pelo Brasil na época, Part of Me mostra a intimidade de Katy Perry - com direitos a momentos de criação e crises em sua vida pessoal.



____

Listas semanais com dicas selecionadas sobre filmes, séries, músicas, livros e peças teatrais. É nessa categoria que você descobre sugestões do que assistir nas plataformas de streaming ou o que fazer em um dia à toa em casa.